Notícia : : : : . . . . . . . . . . . . .
O 1° encontro Rede Juventude Cidadã foi um sucesso! Confira!

Fórum : : : : . . . . . . . . . . . . .

CADASTRE_SE na Rede!

Faça parte da Rede Juventude Cidadã no YAHOOGROUPS!

Artigos : : : : . . . . . . . . . . . . .

"Ser jovem é ter arte de inventar..... por que pra ser feliz a gente inventa!"
Por: David da Silva e Natasha Fonseca

"Plano Nacional de Juventude – encontros e desencontros "
Por: Patrícia Lânes*

Oportunidade : : : : . . . . . . . .
Prêmio Juventude - Prêmio estimula produção científica sobre juventude

UMA GRANDE OPORTUNIDADE
Conheça o Programa Estágio Via Brasil
 
Observatório Jovem do Rio de Janeiro/UFF lança documentário
O Observatório Jovem do Rio de Janeiro/UFF lança no dia 11 de dezembro o
documentário “Se Eles Soubessem...”. O filme fala sobre a experiência do
Colégio Estadual Guadalajara no trabalho com africanidades e os desafios
da implementação da lei 10.639, que torna obrigatória a inclusão da
História e Cultura Afro – Brasileira nos currículos oficiais do Ensino
Fundamental e do Ensino Médio. O documentário foi feito em parceria com
o Observatório da Juventude e o Programa de Ações Afirmativas, ambos da
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e financiado pelo edital
Uniafro do Ministério da Educação.

O lançamento do documentário será às 18h, na sala Paulo Freire (318),
bloco D, Campus do Gragoatá da Universidade Federal Fluminense, em
Niterói. A exibição do vídeo será acompanhada de um debate. A professora
do Programa de Educação Sobre o Negro na Sociedade Brasileira
(Penesb/UFF) Iolanda de Oliveira, coordenadora editorial do programa
Salto Para o Futuro da TVE Brasil Bárbara Pereira, um representante do
Núcleo de Cultura do Colégio Estadual Guadalajara e a pesquisadora do
Observatório Jovem Mônica Sacramento participarão do debate.

Antes do lançamento do documentário, terá início às 14:30h o Seminário
Juventude, Escola e Cultura também na sala Paulo Freire, com a
participação da professora da Universidade de São Paulo (USP) Marília
Sposito, a professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj)
Mônica Peregrino e o coordenador do Observatório Jovem do Rio de
Janeiro/UFF Paulo Carrano.

Sinopse:

O vídeo-documentário acompanha as experiências de educadoras e alunos/as
do ensino médio do Núcleo de Cultura do Guadá, em atividade há 10 anos
no Colégio Estadual Guadalajara, localizado em Duque de Caxias, Rio de
Janeiro.

A produção se alia aos esforços de fortalecimento do campo de debates e
formação dos/as educadores/as em torno da aplicação da Lei 10.639 que
institui o ensino da História e cultura da África e das diversas
contribuições e lutas dos afro-brasileiros/as, nos currículos escolares.

O filme indaga jovens sobre suas experiências com o racismo presente na
sociedade brasileira e apresenta as estratégias intergeracionais e
coletivas produzidas a partir de suas participações no Núcleo de Cultura
para a superação do racismo, que passam pela identidade racial e social,
pela ressignificação do território escolar e pela construção de novos
projetos de vida.

Debatedores do filme

Iolanda de Oliveira: mestre em Educação pela Universidade Federal
Fluminense e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano
pela Universidade de São Paulo (USP). Tem como objetos de pesquisa
principalmente os temas: raça, desigualdade, criança e jovem.

Bárbara Pereira:
apresentadora e coordenadora editorial do Programa
Salto para o Futuro da TVE Brasil

Mônica Sacramento: mestre em Educação pela Universidade Federal
Fluminense, pesquisadora do Observatório Jovem/UFF e do Programa de
Educação Sobre o Negro na Sociedade Brasileira (Penesb/UFF). Autora da
dissertação “O impacto da política de cotas na ESDI" sobre a política de
ação afirmativa adotada pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro
(Uerj), especificamente a Escola Superior de Desenho Industrial. Mônica
também é docente do curso de extensão do Penesb "A Questão Racial na
Educação Brasileira".

Debatedores do Seminário Juventude, Escola e Cultura

Marília Sposito: doutora em Educação pela Universidade de São Paulo
(USP), pós-doutora pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales,
pós-doutora pela Universidad Complutense de Madrid e pelo Institut
Nacional de Recherges Pedagogiques. Professora titular da USP e membro
da diretoria da ong Ação Educativa.

Mônica Peregrino: doutora em Educação pela Universidade Federal
Fluminense (UFF). Professora assistente da Universidade do Estado do Rio
de Janeiro (Uerj) e da Universidade Estácio de Sá. Tem como interesse de
pesquisa, principalmente os temas: juventude, exclusão social e
processos de escolarização.

Paulo Carrano: doutor em Educação pela Universidade Federal Fluminense
(UFF). Bolsista de produtividade do CNPq e coordenador do Curso de
Pós-Graduação em Educação da UFF. Tem como interesse de pesquisa,
principalmente os temas: jovens, cidades e educação, identidades e
culturas juvenis e escola. É também coordenador do Observatório Jovem do
Rio de Janeiro.

 

 

© Rede Juventude Cidadã 2005-06